Ourique aposta na promoção do sucesso escolar

Aulas de cante alentejano e ioga estão ser promovidas junto de alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo do concelho de Ourique, no âmbito de um projeto da Câmara Municipal para fomentar o sucesso escolar.

O projeto, intitulado “À Descoberta do Saber – Planos e Projetos Inovadores de Combate ao Insucesso Escolar”, integra duas novas oficinas de apoio ao estudo, explica ao “CA” a vereadora da Educação, Ana Martins.

Uma das oficinas, focada na Expressão Artística, ministra as aulas de cante alentejano em todas as freguesias do concelho, “com um caráter regular semanal”, e a outra está centrada na Estimulação Sensorial.

“Sendo o cante [alentejano] uma característica nossa, achamos por bem que as crianças tenham acesso a estas nossas raízes e a esta expressão artística”, argumentou a vereadora.

Já a Oficina de Estimulação Sensorial propõe sessões quinzenais de ioga e de meditação para os alunos do pré-escolar e primeira ciclo de todas as freguesias, para que as crianças tenham mais “concentração em sala de aula”.

“Se uma criança estiver estável, calma e equilibrada, toda a aquisição de conhecimentos que irá fazer será muito mais fácil”, observa Ana Martins.

Do anterior ano letivo, mantém-se a Oficina de apoio ao estudo para os alunos que frequentam o primeiro ciclo do ensino básico nas freguesias de Garvão, de Ourique e de Santana da Serra.

Estas oficinas pretendem combater as “dificuldades que as crianças têm relativamente à escola e à matéria que está a ser lecionada”, sendo os próprios professores a “encaminhar as crianças que têm mais dificuldades” para esta resposta, adianta a vereadora.

O projeto “À Descoberta do Saber – Planos e Projetos Inovadores de Combate ao Insucesso Escolar” está a ser desenvolvido pela Câmara de Ourique em parceria com o Agrupamento de Escolas de Ourique. Trata-se de um investimento de cerca de 150 mil euros, com cofinanciamento do Fundo Social Europeu (FSE), através do programa operacional Alentejo 2020.

“Estamos a tentar combater os casos [de insucesso escolar] que existem, quer por um contexto familiar, quer por um contexto de não adaptação ao ensino escolar”, justifica Ana Martins.

Segundo a vereadora, “o sucesso do percurso educativo” das crianças do concelho “é um pilar fundamental” para a autarquia, daí o trabalho realizado em parceria “com a comunidade escolar”.

“Através de todas estas parcerias e atividades tentamos chegar junto de quem tem mais dificuldades” e “promover um trabalho mais próximo”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima