“Os Verdes” estão preocupados com futuro do ensino musical no Alentejo

“Os Verdes” estão preocupados com futuro do ensino musical no Alentejo

O Partido Ecologista “Os Verdes” está preocupado com o futuro das escolas e conservatórios de música do Alentejo, cujo financiamento deixou de ser garantido pelo Ministério da Educação para passar a ser assegurado pelo POPH – Programa Operacional de Potencial Humano.
Esta alteração abrangeu apenas os estabelecimentos do Alentejo, Centro e Norte, sendo que no caso das escolas de Lisboa e do Algarve o financiamento continua a ser uma responsabilidade do Ministério da Educação.
“Daqui surgiram diversos problemas para as escolas e para os conservatórios de música do Alentejo, designadamente a necessidade de proceder a adiantamentos de verbas para garantir pagamentos que são regulares”, afiança a deputado Heloísa Apolónia, que já apresentou na Assembleia da República um requerimento sobre o tema destinado ao ministério liderado por Nuno Crato.
No documento, Apolónia questiona o ministro da Educação sobre as razões que levaram “os conservatórios e escolas de música do Norte, Centro e Alentejo a ser financiados por via do POPH”.
Ao mesmo tempo, a deputada dos ecologistas pretende saber se o ministério tem “consciência das regras de financiamento do POPH e da forma como não estão adequadas ao funcionamento daquelas escolas de música”, se tem “conhecimento de que estas escolas têm que adiantar verbas significativas para efectivarem pagamentos a que estão obrigadas e que muitas não têm liquidez para o efeito”, se tem “conhecimento de situações de salários em atraso e de outras consequências resultantes desses problemas de liquidez para as escolas de música” e se sabe a forma como o POPH “financia horas e aulas prestadas”.
Além destas questões, Heloísa Apolónia quer igualmente saber “o que tem o ministério a dizer e a fazer perante esta situação, dada a relevância que estas escolas têm designadamente no interior do país, onde as ofertas de serviços são cada vez mais reduzida”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima