Odemira quer barragem de Santa Clara a "desenvolver" interior do concelho

Odemira quer barragem de Santa Clara a "desenvolver" interior do concelho

Mais do que um grande espelho de água, a barragem de Santa Clara-a-Velha pode ser o verdadeiro motor do desenvolvimento do interior do concelho de Odemira.
A ideia é defendida no seio do executivo da Câmara de Odemira, que está a envidar esforços no sentido de dinamizar a actividade turística na zona e, por consequência, impulsionar a dinâmica económica local.
“A barragem é central relativamente a quatro freguesias do concelho de Odemira e entendemos que pode, de facto, ser a ‘âncora’ de desenvolvimento deste território. Ou seja, é um recurso ao qual esta zona se pode agarrar para iniciar ou reiniciar um processo de desenvolvimento”, argumenta ao “CA” o vice-presidente da autarquia odemirense.
De acordo com Hélder Guerreiro, existe mesmo um plano de ordenamento que prevê alguns equipamentos que poderiam desenvolver a zona “em termos turísticos e, assim, economicamente”, nomeadamente um pequeno parque de campismo com 120 lugares.
“Mas é central percebermos quem pode e deve liderar este processo”, sublinha o vereador, garantindo que a autarquia está disponível para desempenhar esse papel desde que todas as entidades “estejam de acordo e haja, de facto, um envolvimento de todos”.
Entre as hipóteses possíveis de aproveitamento da barragem de Santa Clara, Hélder Guerreiro destaca o turismo associado ao desporto, seja na vertente de lazer ou mesmo no plano competitivo.
“A pesca desportiva é claramente uma das potencialidades da barragem e é uma actividade que pode crescer havendo melhores condições de acesso à água. Por outro lado, a canoagem, o remo, o triatlo, o BTT ou o pedestrianismo também são áreas de investimento”, explica o autarca, lembrando que a Câmara de Odemira já estudou, “há algum tempo”, a possibilidade de existir um centro de estágio ligado à canoagem, ao remo e ao triatlo no local.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima