Odemira lembra Amália Rodrigues

Câmara de Odemira - Lembrar Amália

A Fundação Amália Rodrigues, instituída por vontade testamentária da fadista, assinala a sua morte, ocorrida a 6 de outubro de 1999, com iniciativas em Lisboa e no Brejão, no concelho de Odemira.

Nesse sentido, no sábado, 8, a propriedade que a fadista tinha no Brejão e que é gerida pela Fundação Amália vai receber a iniciativa “Odemira Recorda Amália”, promovida em parceria com a Câmara Municipal e que “pretende celebrar Amália Rodrigues e manter viva a memória da artista que tinha uma forte ligação ao concelho” do Litoral Alentejano.

O programa inclui visitas guiadas à casa de férias de Amália e uma conversa com o Miguel Carvalho, autor da obra Amália – Ditadura e Revolução, editado em 2020, assim como uma missa campal e um espetáculo com a fadista Ana Sofia Marques, acompanhada por Gonçalo Rosa na guitarra portuguesa e por Bruno Davide na viola.

Opinião

Carlos Pinto

21 de Junho, 2024

O Segredo de justiça existe?

Vitor Encarnação

21 de Junho, 2024

Solidão

Carlos Pinto

7 de Junho, 2024

O problema da imigração

Napoleão Mira

7 de Junho, 2024

Mestre Vargas, Um Barbeiro Invulgar

Carlos Pinto

24 de Maio, 2024

Tensão extrema!

Vitor Encarnação

24 de Maio, 2024

Sábado à noite

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima