Odemira distinguida por apoiar cuidadores informais

Odemira é uma das 24 câmaras municipais distinguidas com o “Selo de Mérito” atribuído no âmbito da primeira edição da Rede de Autarquias que Cuidam dos Cuidadores Informais (RACCI), anunciou a autarquia.

Segundo a mesma fonte, foi através do projecto “Cui(Dar)+”, da TAIPA, que Odemira passou a integrar a RACCI, iniciativa do Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais que visa “reconhecer os municípios e as freguesias do território nacional que adotam as melhores práticas e as medidas de apoio em benefício dos cuidadores informais”.

A Câmara de Odemira lembra que o projecto “Cui(Dar)+” assenta “na dinamização de uma estrutura de apoio e de acompanhamento aos cuidadores formais e informais”, centrado em três níveis de bem estar (psicológico, social e físico) “através do  Gabinete de Apoio à Pessoa Cuidadora”.

O projeto é financiado a 70% pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego do Portugal Inovação Social, sendo os restantes 30% assumidos pela Câmara de Odemira, enquanto investidor social.

A autarquia acrescenta que no primeiro semestre de 2021, através do projeto “Cuidar +”, foram apoiados “84 cuidadores informais e 76 cuidadores formais no concelho de Odemira, registando-se 10 novas adesões ao projeto e 730 atendimentos a cuidadores informais e suas famílias”.

Recorde-se que o Estatuto de Cuidador Informal foi reconhecido recentemente e veio dar visibilidade a um trabalho insubstituível, e muitas vezes invisível, de quem cuida, seja do marido, da mulher, de um filho, do pai ou da mãe.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima