Odemira disponibiliza 300 mil euros para apoiar empresas

Minimizar “o impacto da crise económica” causada pela pandemia nas empresas do concelho é o objectivo do novo Fundo de Emergência Municipal “Odemira Empreende +”, no valor de 300 mil euros, lançado pela Câmara Municipal.

Segundo fonte municipal, o “Odemira Empreende +” integra o conjunto de medidas extraordinárias de apoio às famílias, às instituições e às empresas “como resposta à crise social e económica” aprovadas em reunião de Câmara Municipal a 4 de Fevereiro.

As candidaturas a este fundo de apoio estão abertas até final de Abril, visando apoiar as empresas locais “face à diminuição dos rendimentos e contribuir para a manutenção dos postos de trabalho”.

Em comunicado, a autarquia odemirense sustenta que, tal como em 2020, é “imperativa” a “necessidade” de “voltar a apoiar a economia do concelho”, especialmente “as centenas de micro e pequenas empresas cuja actividade foi encerrada ou amplamente condicionada”.

Nesse sentido, o Fundo de Emergência Municipal Odemira “Empreende +” é dirigido aos empresários em nome individual e sociedades comerciais dos sectores do comércio e serviços que, cumulativamente, estejam sediados no concelho há mais de seis meses.

Os candidatos devem ter registado, em 2020, um volume de negócios “até 400.000 euros” e não podem ter dívidas à Autoridade Tributária e Aduaneira e à Segurança Social.

Para beneficiarem deste apoio, os empresários e empresas devem apresentar uma redução de facturação “superior a 20% em 2020 face ao ano anterior” e ter exercido a actividade em 2020 “pelo período mínimo de seis meses”.

A Câmara de Odemira frisa que “será concedido um apoio financeiro por beneficiário”, explicando que as candidaturas devem ser efectivadas “até ao dia 30 de Abril através de formulário disponível na página online do Município, no link https://www.cm-odemira.pt/pages/1267”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima