Odemira debate a valorização do Mira

Odemira debate a

A Biblioteca Municipal José Saramago recebe nesta sexta-feira, 15 de Março, pelas 17h30, a segunda de três reuniões com população promovidas pela Câmara de Odemira, no sentido de recolher contributos e divulgar o Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira.
O ciclo de reuniões com os munícipes arrancou no dia 8 de Março, em Vila Nova de Milfontes, e visa, segundo a autarquia, "reforçar o envolvimento" e a "participação da população e dos agentes económicos, sociais, culturais e ambientais do concelho no processo", que pretende a "valorização das margens do rio Mira na área do concelho, desde a barragem de Santa Clara até à sua foz, em Vila Nova de Milfontes".
Depois de Vila Nova de Milfontes e Odemira, será a Casa do Povo de Santa Clara-a-Velha a acolher, na segunda-feira, 18, pelas 17h30, a última reunião.
Recorde-se que o Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira tem vindo a ser construído por uma equipa técnica que resulta da parceria da Câmara de Odemira com as empresas Ecosativa (Vila Nova de Milfontes) e We Consultants (Lisboa).
Concluída a fase de diagnóstico do potencial de desenvolvimento do rio, para levantamento, análise e avaliação de informação sobre o rio e a sua envolvente, as actividades praticadas e identificação dos agentes envolvidos, o plano está agora na sua terceira fase, que prevê a definição de um modelo de valorização estratégica que irá enquadrar o programa de acções e o respectivo quadro de investimento, financiamento e marketing territorial.
A Câmara de Odemira ambiciona que este plano "constitua os alicerces para que o território seja uma região preparada para responder aos desafios do desenvolvimento sustentável, consolidando um caminho suportado nos princípios da equidade e da coesão territorial".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima