Odemira abandona o Conservatório

Odemira abandona o Conservatório

A Câmara de Odemira decidiu abandonar o Conservatório Regional do Baixo Alentejo (CRBA) por entender que a instituição não está a cumprir os seus objectivos.
A decisão do executivo odemirense foi tomada em Dezembro de 2012 e deve-se ao “desalento” da autarquia em virtude de “uma série de compromissos” assumidos pela instituição e que “nunca foram cumpridos”, adianta ao “CA” o presidente da autarquia do Litoral Alentejano.
Segundo José Alberto Guerreiro, quando a Câmara de Odemira entrou para o CRBA, em 1999, teve a promessa de ser instalado no concelho um pólo da instituição, o que nunca veio a suceder. Além disso, continua, a autarquia também não viu a sua comparticipação anual, avaliada em cerca de 9.000 euros, ser revista.
“É um valor que, relativamente a outros municípios que beneficiam [do CRBA] directamente, é desproporcional. Além disso, sempre cumprimos religiosamente os pagamentos ao CRBA e verificamos que muitos outros não o fazem”, argumenta.
Tudo isto acabou por precipitar a decisão do executivo da autarquia odemirense, aprovada em Dezembro do passado ano. “Neste momento, Odemira não tem alunos no CRBA, não tem o prometido pólo e não tem a devida consideração da revisão dos valores da sua comparticipação anual. Daí a decisão de, nesta revisão de muitos dos custos de contexto que temos actualmente de diminuir, considerarmos que este projecto já não é, na nossa opinião, de âmbito distrital mas sim de apenas alguns municípios”, acrescenta José Alberto Guerreiro.
O autarca socialista lamenta ainda que o projecto do CRBA se esteja a “desagregar”, estando hoje “claramente fora do contexto distrital”. “É claramente um daqueles projectos que, na nossa opinião, não cumpriu os seus objectivos”, reforça José Alberto Guerreiro, que ainda assim admite que Odemira possa um dia regressar ao seio da instituição.
“Não fechamos a porta a que um dia possamos, eventualmente, rever esta situação, mas no actual contexto isso não é possível”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima