Observatório do Baixo Alentejo reuniu em Badajoz

Observatório do

Os responsáveis pelo recém-criado Observatório do Baixo Alentejo (OBA) reuniram recentemente em Badajoz (Espanha) com o director-geral do Corredor do Sudoeste Ibérico, António Salas.
Em comunicado enviado ao “CA”, o OBA revela que o encontro visou “iniciar uma parceria de cooperação” e de “consolidação de ideias e projectos comuns que visem a valorização do território do Sudoeste Ibérico”.
“Esta primeira reunião permitiu a ambas as partes conhecer os projectos de cada uma e identificar pontos comuns e complementares, que no futuro se traduzirão em parcerias transfronteiriças entre a região de Extremadura e a do Baixo Alentejo”, adianta a mesma fonte.
Durante a reunião, “os representantes do OBA tiveram a oportunidade de expor a fundamentação da sua visão para o território do Sudoeste Ibérico, nomeadamente a necessidade de se criar o corredor comercial Sines-Beja-Sevilha, com confluência posterior em Valência e no Norte de África”, numa visão que “reforçará a existente e que tem vindo a ser defendida pelo Corredor do Sudoeste Ibérico com um eixo Lisboa-Badajoz-Madrid”, acrescenta o comunicado.
Na opinião do OBA, “a valorização do eixo comercial Sines-Beja-Sevilha não só complementa o eixo que une as duas capitais ibéricas como potencia um território amplo e com grandes potencialidades, formado pela Andaluzia e Baixo Alentejo, permitindo uma intervenção de desenvolvimento em territórios empobrecidos e de baixa densidade populacional, mas com grandes oportunidades de desenvolvimento económico nos próximos anos”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima