OBA defende plataforma entre regiões do Sudoeste Ibérico

O Observatório do Baixo Alentejo (OBA), de Beja, e o Corredor do Sudoeste Ibérico (CSI), de Badajoz, vão trabalhar na criação de uma plataforma formal que junte entidades dos territórios do Sudoeste Ibérico, ou seja, do Alentejo e Algarve (Portugal), Andaluzia e Extremadura (Espanha).

Segundo comunicado do OBA, esta plataforma terá como objetivo “promover uma estratégia comum a articular com as entidades oficiais de ambos os países, no sentido de dimensionar a capacidade de reflexão e de geração de propostas, complementarmente”.

A proposta saiu da reunião realizada esta segunda-feira, 26, em Beja, entre representantes do OBA e do CSI, onde foram debatidas “as necessidades regionais e as estratégias de desenvolvimento dos territórios, criando soluções em rede que potenciem todo o Sudoeste Ibérico, nomeadamente nas acessibilidades e infraestruturas”.

O OBA revela que, juntamente com o CSI, vai diligenciar “nos próximos meses” a criação formal desta plataforma, “agregando propostas, soluções e estratégias que reflitam um pensamento sobre a supra-região do Sudoeste Ibérico para os próximos 30 anos”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima