Novo autarca de Santiago aposta na economia e acção social

Novo autarca de Santiago aposta

O novo presidente da Câmara de Santiago do Cacém, o comunista Álvaro Beijinha, vai apostar no desenvolvimento económico do concelho e no apoio social às famílias carenciadas.
Uma das iniciativas do novo executivo municipal passa por promover os seis parques empresariais do concelho, onde existem lotes disponíveis, “totalmente infra-estruturados”, para os quais os responsáveis tencionam “atrair o maior número de investimentos”, disse o autarca em declarações à Agência Lusa.
O plano inclui ainda a dinamização do comércio, em parceria com a associação de comerciantes local, como forma de levar os habitantes a comprar nas lojas do concelho, em detrimento das “grandes superfícies comerciais” em Lisboa ou no Algarve.
“Temos consciência de que os comerciantes e o comércio local vivem momentos muito difíceis”, justificou Álvaro Beijinha.
A nível do apoio social, o autarca pretende manter e reforçar o “grande” trabalho que os executivos de maioria CDU têm realizado nos últimos anos em Santiago do Cacém, frisando que, tal como no resto do país, no concelho existe desemprego, precariedade no emprego e perda de poder de compra das famílias.
“Cada vez mais pessoas vêm-nos procurar a pedir auxílio, a pedir habitação, a pedir ajuda”, sustentou.
Álvaro Beijinha evidenciou o apoio municipal às famílias com crianças em idade escolar, através do prolongamento de horário no ensino pré-escolar gratuito, dos transportes e das refeições.
A cultura, o desporto e a educação são outras áreas em que o novo executivo planeia investir, apesar de o autarca reconhecer que o seu trabalho será condicionado pelos cortes ditados pelo Orçamento do Estado para 2014.
“É como uma manta, não é? Nós puxamos de um lado e ela não estica, destapa do outro”, referiu.
Para Álvaro Beijinha, a “contenção” terá de ser feita evitando “grandes obras” como as que foram feitas “nos últimos oito anos”, de que são exemplos o auditório ou as piscinas municipais.
“Naturalmente que vamos continuar a fazer obra, vamos continuar a recuperar e a ter uma atenção muito especial para aquilo que é a regeneração urbana”, prometeu, avançando que as localidades de Ermidas-Sado e Vila Nova de Santo André serão alvo de investimento.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima