Nova greve agendada em Neves-Corvo

Nova greve agendada em Neves-Corvo

Os trabalhadores da mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, vão voltar a fazer greve na última semana de Março, numa paralisação que vai decorrer entre as 5h00 de 26 de Março às 6h00 de 27 de Março e, depois, das 5h00 de 28 de Março às 6h00 de 30 de Março.
O pré-aviso de greve já foi entregue pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) à Somincor e ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, sendo que na base da paralisação voltam a estar as exigências de “horários humanizados para os trabalhadores do fundo da mina e de antecipação da idade de reforma para os trabalhadores das lavarias e áreas adstritas”, que já tinham motivado as três greves registadas em 2017.
Em comunicado, o STIM acusa a administração da Somincor de continuar “sem nada fazer para resolver o conflito”, acusando ainda a empresa de “tentar subornar quatro trabalhadores [das lavarias], para que abandonassem a luta”. “Mas eles resistiram e decidiu afastá-los das suas funções”, acrescenta o Sindicato.
O STIM sublinha ainda que a empresa insiste “em fugir à negociação” e privilegia “a tentativa de divisão e manipulação de trabalhadores”. “O novo presidente da administração alegou que necessitava de tempo, indicando a data de 12 de Fevereiro para uma nova proposta. Mas o comportamento no dia-a-dia e as posições que tem defendido junto do Governo demonstram que a administração da Somincor continua irredutível nas suas posições e não quer negociar”, rematam os sindicalistas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima