Navegabilidade do Guadiana até Mértola avança este ano

A Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) vai avançar, ainda neste ano de 2021, com o projeto de navegabilidade do troço Pomarão-Mértola no rio Guadiana, num investimento avaliado em cerca de três milhões de euros.

O projeto esteve em discussão no final da passada semana, na “vila museu”, numa reunião que contou com a presença do ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos.

Segundo comunicado da DGRM, será esta entidade a “avançar com o projeto de navegabilidade do último troço até Mértola, o que contemplará a regularização de fundos em toda a sua extensão e a execução do assinalamento marítimo através de balizagem diurna e noturna do futuro canal de navegação”.

“Complementarmente, deverão também ser realizadas intervenções nas infraestruturas de acostagem e movimentação de pessoas”, revela a DGRM.

A entidade acrescenta que “com a conclusão deste projeto, repõe-se a navegabilidade desta via de navegação interior, a qual assumiu no passado uma grande importância económico-social para as gentes do Baixo Guadiana e que atualmente é uma grande aspiração deste território”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima