Movimento "Saúde Plataforma" agenda acção de protesto em Beja para Janeiro

Movimento "Saúde Plataforma" agenda acção de protesto em Beja para Janeiro

A "Saúde Plataforma" vai promover no próximo dia 14 de Janeiro de 2012, em Beja, uma acção de protesto contra as medidas do Governo para o sector da saúde, que, alega, "prejudicam" a população do distrito de Beja.
"O objectivo da acção de protesto será manifestar o nosso desagrado e repúdio em relação às medidas do Governo" para o sector da saúde, que "têm vindo a criar dificuldades e afectam e prejudicam a população do distrito de Beja", disse à Agência Lusa o porta-voz da plataforma, Tomé Pires.
Segundo o também vereador da Câmara de Serpa (CDU), a acção de protesto, marcada para as 15h00 nas imediações do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, foi decidida na última reunião da plataforma.
A reunião juntou autarcas, sindicalistas e representantes de comissões de utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e do movimento de reformados do distrito de Beja.
A prestação de serviços de saúde no distrito de Beja "tem vindo a piorar" e as medidas do Governo para o sector "estão a tomar proporções assustadoras" e "irão levar ao afastamento da população dos centros de saúde e hospitais por não conseguirem suportar os custos", refere a plataforma, num documento aprovado na reunião.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima