Misericórdia de Aljustrel quer apostar na saúde

Misericórdia de Aljustrel

A Santa Casa da Misericórdia de Aljustrel (SCMA) pretende aproveitar o novo quadro comunitário “Portugal 2020” para avançar com dois investimentos na área da saúde.
Os projectos são uma ambição antiga da instituição, mas o seu provedor assume que só com o apoio de fundos comunitários será possível concretizá-los.
“Temos vontade, temos disponibilidade e só precisamos que quem de direito nos dê condições para a sua concretização. Para esse efeito já oficiámos todas as entidades intervenientes na matéria, tendo até já reunido com algumas delas”, adianta ao “CA” Manuel Frederico.
De acordo com o provedor da SCMA, a ideia da instituição passa por instalar uma unidade residencial na área da Saúde Mental num edifício devoluto existente na vila, que está “em óptimo estado de conservação” e “até já foi um hospital”.
E ambiciona também concretizar o projecto da Unidade de Cuidados Continuados de Média e Longa Duração, previsto para um terreno pertencente à Misericórdia e que já dispõe de um ante-projecto aprovado pela Administração Regional de Saúde do Alentejo.
“Consideramos que estas infra-estruturas são extremamente necessárias ao concelho, à região e ao país”, acrescenta Manuel Frederico.
O provedor sublinha ainda que estas duas ambições vão de encontro àquela que é a maior prioridade da SCMA: “as pessoas”.
“Interessa-nos a valorização das pessoas, que vivam com dignidade e com orgulho. Que encontrem neste lar uma família, que revejam em cada funcionário, em cada elemento da direcção, em cada companheiro de instituição um amigo próximo”, diz.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima