Ministra da Agricultura mostrou Alqueva a ministro finlandês

Ministra da Agricultura mostrou

A ministra da Agricultura acredita que a reconversão da agricultura no Alentejo, através do Alqueva, traz "oportunidades relevantes" para o investimento estrangeiro no sector em Portugal.
É "um trabalho de muito tempo e muito intenso de irrigação, de reconversão da nossa agricultura, que traz oportunidades relevantes para o investimento estrangeiro em Portugal", disse esta sexta-feira, 4, Assunção Cristas.
Assunção Cristas falava aos jornalistas durante uma visita a infra-estruturas do projecto Alqueva, nos concelhos de Cuba e Ferreira do Alentejo, acompanhando o ministro da Agricultura e Florestas da Finlândia, Jari Koskinen.
Na área de influência do Alqueva, há "óptimas oportunidades para investimento estrangeiro na agricultura com estabilidade de água e sol", frisou Assunção Cristas, referindo que a água está disponível através do Alqueva.
O Alqueva, que "está em fase final de conclusão", permite igualmente ter "excelentes condições para a produção de muitos produtos que antes eram impensáveis no Alentejo, mas que hoje são uma realidade", como os hortícolas e os já tradicionais azeite e vinho, acrescentou a governante.
"Há hoje oportunidades múltiplas para produzirmos em Alqueva", sublinhou Assunção Cristas, explicando que, através da visita desta sexta-feira, quis "sensibilizar a Finlândia para as oportunidades de investimento na agricultura em Portugal e em Alqueva e também para a qualidade dos produtos que saem destas nossas terras e podem encontrar no Norte da Europa bom acolhimento".
Em declarações aos jornalistas, o ministro da Agricultura da Finlândia, Jari Koskinen, mostrou-se "muito impressionado" com o projecto Alqueva, referindo que sabe "muito bem" que Portugal "tem alguns problemas com a água" e, por isso, "a irrigação é uma necessidade muito importante" para o país.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima