Ministério Público ainda investiga morte de militar na Base de Beja

Ministério Público ainda investiga

O Ministério Público (MP) continua a investigar as circunstâncias que levaram um militar de 23 anos a cometer suicídio na Base Aérea de Beja no passado dia 5 de Março.
Segundo adianta a Agência Lusa, a Procuradoria Geral da República confirmou que as investigações prosseguem no MP de Beja, estando em causa um alegado caso de bullying homofóbico (baseado na orientação sexual) sobre o militar.
O militar falecido era natural da zona do Barreiro e estava na Força Aérea Portuguesa desde Dezembro de 2012.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima