Mineiro morre em acidente de trabalho em Neves-Corvo

A Somincor, empresa concessionária da mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, confirmou ao início da noite desta segunda-feira, 12, a morte de um trabalhador, vítima de acidente de numa galeria subterrânea.

Segundo apurou o “CA”, a vítima foi Nuno Carmo, de 42 anos, natural de Albernoa e residente há anos em Castro Verde.

Em comunicado enviado ao “CA”, a empresa mineira revela que o trabalhador faleceu “como consequência de uma queda de terreno isolada, enquanto operava um equipamento no fundo da mina de Neves-Corvo”.

“Estamos profundamente chocados e entristecidos com a sua morte e os nossos pensamentos estão com a sua família neste momento difícil, à qual estamos a dar todo o apoio possível”, acrescenta a Somincor.

No comunicado, a empresa refere ainda estar, “neste momento difícil e de perda, a desenvolver uma investigação às causas do incidente e a colaborar com as entidades competentes”, tendo decidido “voluntariamente suspender as atividades” até indicação contrária.

Também a Lundin Mining, proprietária da Somincor, afirmou em comunicado estar “profundamente triste com este trágico incidente”.

“Os nossos sinceros pensamentos e apoio estão com a família e colegas de trabalho de nossos colegas durante este momento difícil”, frisou Jack Lundin, presidente e CEO da multinacional sueco-canadiana, citado no comunicado enviado ao “CA”.

A morte de Nuno Carmo foi também lamentada pelos autarcas dos concelhos mais ligados à atividade da mina de Neves-Corvo.

“Manifestamos o nosso profundo pesar pelo falecimento na mina de Neves-Corvo do jovem mineiro Nuno Carmo, residente em Castro Verde. Os nossos sentimentos, em especial à esposa e filhos, a toda a família e a toda comunidade mineira, neste momento de tristeza e muita dor! Descanse em paz”, sublinhou o autarca de Castro Verde, António José Brito, em mensagem publicada na rede social Facebook.

Pela mesma via, o presidente da Câmara de Aljustrel, Carlos Teles, lamentou o falecimento do mineiro Nuno Carmo, endereçando “as mais sentidas condolências a familiares, amigos colegas”.

“Manifestamos por esta via a nossa tristeza pelo falecimento do mineiro Nuno Carmo, na mina de Neves-Corvo. […] Deixamos assim o pesar e os nossos sentimentos à esposa, filhos e amigos e, em especial, a toda comunidade mineira que, tal como este nosso cidadão, partilham os riscos e as preocupações desta arriscada profissão para dar o melhor às suas famílias. Descanse em paz”, escreveu por sua vez o edil de Almodôvar, António Bota, no Facebook.

Partilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima