Micro-empresas do Alentejo criam 40 postos de trabalho

Micro-empresas do Alentejo

Quarenta novos postos de trabalho foram criados por 28 projectos de investimento de micro-empresas do Alentejo, que receberam apoios do programa comunitário InAlentejo, revela a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR).
“Ainda que não sejam em grande número”, os 40 novos postos de trabalho “são importantes”, porque “a economia e as pessoas não vivem de números, mas de realidades”, salienta à Agência Lusa o presidente da CCDR do Alentejo, António Dieb.
Segundo a CCDR, os 28 projectos envolveram um investimento total de cerca de 525 mil euros, com um incentivo do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 254 mil euros.
Realçando que os 40 postos de trabalho “são investimento de âmbito local em pequenas e médias povoações”, António Dieb sustentou que permitem “dinamizar as economias locais, ao mesmo tempo que criam dinâmicas sócio-económicas na sua envolvente”.
Estes projectos de investimento respeitam à primeira e segunda fases de candidaturas do Sistema de Incentivos a Micro-empresas do Interior, no âmbito do “Programa Valorizar – Criar Valor com o Território”.
Abrangem diversos concelhos do Alentejo e enquadram-se em sectores de actividade como o turismo, comércio, restauração, indústria e serviços.
O presidente da CCDR Alentejo destaca ainda que, até 5 de Agosto, está aberto o concurso para a apresentação de candidaturas à terceira fase deste sistema de incentivos.
“Todos aqueles que tenham vontade de empreender pequenos negócios não hesitem em informar-se da adequação dos apoios, porque existe verba disponível para apoiar micro investimentos em vários sectores de actividade”, incentiva.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima