Mário Tomé: “Caça tem impacto muito significativo na economia de Mértola”

Na véspera do arranque da XII Feira da Caça de Mértola, que vai decorrer na “vila museu” entre os dias 22 e 24 de Outubro, o presidente da Câmara Municipal, Mário Tomé, diz ao “CA” que o sector tem “um impacto na economia local muito significativo”.

Sente que a caça e as atividades associadas à cinegética são cada vez mais fundamentais para a economia local?

Sim, digo convictamente que sim! É fácil dizer que se é a “Capital Nacional da Caça”, o difícil é ter uma estratégia e ter conteúdos que sustentem isso. E Mértola tem conteúdos naturais e sustentabilidade natural, quer a nível de recursos naturais, quer a nível da preservação da atividade cinegética e quer a nível de imagem para o exterior. Isso tem sido conseguido ao longo dos anos e é algo que temos de manter, porque [a caça] tem já um impacto na economia local muito significativo.

Consegue estimar o volume de negócios associado à atividade no concelho anualmente?

Não temos esses dados, mas temos um território em que existem poucas pessoas e é fácil perceber que existe uma dinâmica económica associada ao evento e à atividade cinegética considerável.

A pandemia teve impacto no sector em Mértola?

Acreditamos que não!

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima