Marcelo Guerreiro eleito presidente da Resialentejo

O autarca Marcelo Guerreiro, de Ourique (PS), é o novo presidente do conselho de administração da empresa intermunicipal Resialentejo – Tratamento e Valorização de Resíduos, sucedendo no cargo a António Bota, de Almodôvar.

As eleições decorreram nesta segunda-feira, 22, ao final da tarde, sendo que o novo conselho de administração da Resialentejo, agora liderado por Marcelo Guerreiro, inclui ainda, como vogais, Rui Marreiros, de Beja (PS), e Odete Borralho, de Serpa (CDU).

O socialista Álvaro Azedo, presidente da Câmara de Moura, continua a presidir à Assembleia Geral da Resialentejo.

A Resialentejo é uma empresa intermunicipal criada pela Associação de Municípios Alentejanos para a Gestão do Ambiente (AMALGA) em maio de 2004 e desde junho desse ano que é responsável pelo sistema de tratamento e valorização de resíduos sólidos urbanos de oito concelhos do Baixo Alentejo: Almodôvar, Barrancos, Beja, Castro Verde, Mértola, Moura, Ourique e Serpa.

A empresa dá destino final aos resíduos indiferenciados (resíduos que não são separados) provenientes da recolha municipal e aos materiais recicláveis depositados nos ecopontos/ecocentros de uma área geográfica de 6.650 Km2 com cerca de 95.866 habitantes.

A sede da empresa e as principais infraestruturas para o tratamento de resíduos encontram-se localizadas no Parque Ambiental do Montinho.

A empresa dispõe ainda de cinco ecocentros, quatro estações de transferência e uma rede de 476 ecopontos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima