Litoral Alentejano com mais oito médicos

Litoral Alentejano

Os centros de saúde dos cinco concelhos do Litoral Alentejano contam desde o final do passado mês de Setembro com mais oito médicos, o que permitiu reduzir o número de utentes sem médico de família atribuído.
De acordo com o presidente da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), Paulo Espiga, foram colocados dois médicos em Odemira e Grândola, mais três em Alcácer do Sal e um em Sines.
Os clínicos foram contratados no regime de prestação de serviços e permitirão que a lista de utentes sem médico de família passe de 26 mil pessoas para cerca de sete a oito mil, garante este responsável.
Paulo Espiga reconhece, contudo, que continuam a faltar médicos na região, nomeadamente nos concelhos de Odemira e de Santiago do Cacém.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima