Legislativas 2022. Distrito de Beja com 16 candidaturas

A dois dias do arranque oficial da campanha, são 16 as listas de candidatos pelo círculo de Beja às eleições legislativas do próximo dia 30 de janeiro, um número nunca visto nos atos eleitorais mais recentes, mas que ainda assim deve ser insuficiente para alterar aquele que é o atual quadro representativo da região na Assembleia da República, para onde elege três deputados.

As candidaturas foram todas fechadas no passado mês de dezembro, sendo que pelo PS, que conta atualmente com dois eleitos pela região, o cabeça-de-lista volta a ser o deputado Pedro do Carmo, escolha pessoal do secretário-geral António Costa.

Ao lado do ex-autarca de Ourique surgem o antigo presidente da Câmara de Aljustrel e atual líder do PS do Baixo Alentejo, Nelson Brito, em segundo lugar, e a deputada Telma Guerreiro, de Odemira, em terceiro.

Já a CDU, que elegeu um deputado por Beja em 2019, volta a apostar no enfermeiro (e atual eleito na Assembleia da República) João Dias. A lista comunista conta ainda com Tomé Pires, ex-autarca de Serpa, em segundo lugar e com Sara Ramos, vereadora sem pelouro na Câmara de Odemira, em terceiro.

Ainda à esquerda, o Bloco de Esquerda tem como cabeça-de-lista o funcionário judicial José Esteves, que nas autárquicas de 2021 foi candidato à Câmara de Ferreira do Alentejo, seguindo-se a geóloga Fátima Teixeira em segundo lugar e o comercial Gonçalo Monteiro em terceiro.

Novidades à direita

As eleições legislativas de 2022 trazem algumas novidades nas candidaturas em Beja por parte dos partidos mais à direita. Não é o caso, ainda assim, do PSD, onde Rui Rio impôs a sua vontade e decidiu apresentar como cabeça-de-lista, tal como em 2019, o empresário agrícola Henrique Silvestre Ferreira. A lista laranja tem como restantes candidatos efetivos Inês Mota Batista, presidente da JSD de Beja, em segundo, e o empresário Rui Mata, em terceiro.

Novamente sem coligação com os social-democratas, o CDS-PP aposta em Beja na candidatura do independente Francisco Palma, empresário agrícola e atual presidente da Associação de Agricultores do Baixo Alentejo.

Por sua vez, a Iniciativa Liberal tem como cabeça-de-lista a professora e gestora escolar Ana Paula Pereira, de 43 anos, e atual eleita na Assembleia Municipal de Odemira, seguindo-se, como efetivos, Miguel Figueira e Filipe Sebastião. E o Chega aposta na relações públicas Ana Moisão, que nas autárquicas do passado ano garantiu um lugar na vereação da Câmara de Serpa.

Entre a direita e a esquerda surge o PAN, que candidata em Beja o biólogo Luís Vicente.

No partidos mais pequenos (e sem representação parlamentar na legislatura agora finda) são candidatos, pelo círculo de Beja, João Aiveca Caseiro (Livre), Íris La Féria (VOLT Portugal), Mário Balsemão (RIR), Susana Abreu (PTP), Arlindo Oliveira (MPT), João Pascoal (MAS), Carlos Pais (PCTP/MRPP) e Francisco Faria (Ergue-te).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima