“Legionella” em Almodôvar preocupa Bloco de Esquerda

“Legionella” em Almodôvar

O Núcleo de Almodôvar do Bloco de Esquerda está preocupado com a qualidade da água de Almodôvar, depois de ter sido novamente detectada a bactéria legionella na rede local.
Em comunicado enviado ao “CA”, os bloquistas de Almodôvar afirmam que, quatro meses depois do primeiro episódio, seria de esperar que “as bactérias legionella tivessem sido erradicadas dos sistemas de abastecimento de água”, o que acabou por não suceder.
Nesse sentido, o Bloco de Esquerda de Almodôvar questiona a autarquia sobre se “não é já tempo de uma maior acuidade no controlo do abastecimento da rede”, depois de ter sido reforçada a monitorização da qualidade bioquímica da água.
Os bloquistas perguntam ainda se “a cada novo teste positivo vão os serviços [da Câmara] duplicar a dose de desinfectante até que só haja ‘lixívia’ a correr nas torneiras dos munícipes” e querem saber “até quando vão os munícipes pagar o preço de água com qualidade e segurança quando esta não as tem”.
No comunicado, o Bloco de Esquerda pretende também saber se os centros de saúde de Almodôvar e Castro Verde e o hospital de Beja estão “preparados para dar resposta aos eventuais casos de legionella que apareçam” e, de forma irónica, questiona por que razão “a legionella só ‘aparece’ ao fim-de-semana?”

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima