Jovens estagiários dinamizam economia local em Ourique

Jovens estagiários dinamizam

A Câmara de Ourique, em parceria com a agência de desenvolvimento local Esdime e a Junta local, está a preparar um projecto de dinamização da economia do concelho.
O iniciativa vai ter como "protagonistas" seis jovens estagiários, que se irão instalar no concelho de Ourique com o objectivo de criar, promover e dinamizar produtos e produtores locais.
A ideia do projecto, que ainda não tem um nome oficial, surgiu através de um desafio feito por um professor da Universidade do Algarve à Esdime – Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste.
António Covas foi o docente responsável pela dinâmica local do projecto de Querença, que lançou o repto para que fosse feito algo do género na área de intervenção da Esdime.
“O Município de Ourique demonstrou desde logo uma grande disponibilidade e muito interesse em poder apoiar a dinamização de um projecto desta natureza”, refere ao "CA" Paula Monteiro, técnica da Esdime que está a trabalhar na sua implementação.
O projecto, que já arrancou, assenta na metodologia do projecto de Querença, onde nove jovens recém-licenciados, das mais diversas áreas, se instalaram na aldeia algarvia durante nove meses para dinamizarem localmente o território e a população onde estiveram inseridos.
O que se vai passar em Ourique segue a mesma linha de acção, apesar de ser um projecto de âmbito mais concelhio.
“A ideia é criar aqui uma dinâmica que permitirá o acolhimento de seis jovens estagiários, que trabalharão em conjunto num projecto que será comum, em que vão trabalhando e articulando as suas intervenções em função das necessidades”, sublinha Paula Monteiro.
Os seis jovens que vão trabalhar em Ourique nos próximos meses actuam em áreas tão distintas como as engenharias agronómica e agro-industrial; sociologia; design e multimédia; ambiente e turismo.
“Trabalhar-se-á a criação de produtos locais com base nos recursos existentes, apoiar-se-á todo o processo de mobilização dos produtores, das várias entidades, sendo também criada uma linha de comunicação dos diversos produtos” refere Paula Monteiro.
Outro dos grandes objectivos deste projecto prende-se com concepção de um roteiro integrado ao nível turístico, com o património edificado, natural e cultural, para além da criação de um cabaz de produtos do concelho e da dinamização do novo edifício do mercado municipal em parceria com uma associação local.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima