Jornadas Parlamentares do PCP em Beja chegam ao fim

PCP - Jornadas Parlamentares Beja

Terminam nesta terça-feira, 31, as Jornadas Parlamentares do PCP, que estão a decorrer em Beja desde esta segunda-feira, 30.

O programa de hoje começa às 7h30, na mina de Neves-Corvo, com um dos grupos de deputados a realizar contactos com os trabalhadores da Somincor, seguindo-se visitas à Cooperativa Agrícola do Guadiana, em Mértola, a adegas em Vila de Frades e ao Centro Interpretativo do Vinho da Talha.

Durante a manhã, outro grupo de deputados do PCP irão também reunir com a administração da Águas Públicas do Alentejo, seguindo-se uma reunião privada do grupo parlamenta.

Os trabalhos terminam pelas 14h30, com a conferência de imprensa de apresentação das conclusões das Jornadas Parlamentares, com a presença da presidente do Grupo Parlamentar do PCP, Paula Santos.

No primeiro dia de Jornadas, a sessão de abertura esteve a cargo do secretário-geral, Paulo Raimundo, que na sua intervenção sustentou que a situação social do país é “explosiva” e afirmou que, caso o Governo não responda aos problemas, a maioria absoluta do PS nada garante.

“Nós estamos numa situação explosiva do ponto de vista social […] e não são dadas respostas a isso. O problema é que a maioria absoluta do PS, por si só, não lhe garante chegar até ao fim porque, se estiver numa situação onde não haja correspondência aos problemas do país e aos problemas da sociedade, a sociedade encontrará as formas de resolver isso”, declarou Paulo Raimundo.

Opinião

Carlos Pinto

24 de Maio, 2024

Tensão extrema!

Vitor Encarnação

24 de Maio, 2024

Sábado à noite

Carlos Pinto

10 de Maio, 2024

O futuro dos Bombeiros!

Napoleão Mira

10 de Maio, 2024

A Alquimia das Favas

Carlos Pinto

26 de Abril, 2024

Abril, sempre!

Carlos Pinto

12 de Abril, 2024

Valerá tudo por tática política?

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima