João Semedo critica Cavaco em visita à Ovibeja

João Semedo critica

O coordenador do Bloco de Esquerda responsabiliza Cavaco Silva pela "situação dramática em que vivem muitos portugueses", por "sustentar" o Governo.
"O Presidente da República, ao sustentar o Governo, torna-se também responsável pela situação dramática em que vivem muitos portugueses", disse João Semedo, referindo que o Executivo PSD/CDS-PP "só sobrevive" porque Cavaco Silva "não o demite como devia fazer".
Segundo João Semedo, "a intervenção do Presidente da República não ajuda o país a sair da crise, pelo contrário, acentua a continuação deste Governo, é um malefício para o país, para sairmos da crise, melhorar a nossa economia, para ter políticas de emprego, políticas sociais, que ajudem milhões de portugueses, que, neste momento, vivem muitas dificuldades".
"Temos um Governo que se está a esfrangalhar. Não fosse o apoio do Presidente da República, já não teríamos Governo", disse João Semedo, referindo que o Executivo PSD/CDS-PP "está em declínio, na sua agonia, na sua fase final e, portanto, o apoio do Presidente da República é, digamos, o apoio do único português que ainda sustenta este Governo".
Questionado pelos jornalistas este domingo, 28, durante uma visita à Ovibeja, sobre as alegadas divisões no Conselho de Ministros de sexta-feira, o líder do Bloco de Esquerda disse que o Governo "está em desagregação".
"Os ministros não se entendem uns com os outros. O PSD não se entende com o CDS-PP e o CDS-PP não se entende com o PSD. Se não fosse o apoio do Presidente da República, já não teríamos Governo e isso seria bom para o país", insistiu.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima