“Transformações” causadas pelo Alqueva preocupam João Ferreira

João Ferreira (PCP) - reunião EDIA (Dez 2020)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O candidato presidencial apoiado pelo PCP dedicou esta segunda-feira, 28, “às questões da água e do ambiente” no distrito de Beja, onde se verificaram nos últimos anos “transformações muito significativas” no que tem sido “o uso da terra” e no “tipo de paisagem”, devido ao empreendimento do Alqueva.

“Há, de facto, transformações muito profundas e uma evolução da realidade que suscita algumas preocupações, tendo em conta até os desígnios que a Constituição da República fixa para o que deve ser a política agrícola”, disse João Ferreira ao “CA”, após reunir com a administração da EDIA.

Na opinião do candidato, é necessário que o Alqueva dê um “contributo mais efetivo” para o desenvolvimento da região e que “desse aumento da produção resultem benefícios para aqueles que vivem da agricultura”, “gerindo bem os recursos naturais como a água e o solo”.

João Ferreira criticou ainda “o caminho” que se tem seguido na zona do Alqueva, onde se regista “um fenómeno de concentração da propriedade e uso da terra”.

“Isso vai de alguma forma contra aquele caminho que a Constituição aponta”, advogou, lembrando que a pequena e média agricultura, as unidades familiares e as unidades coletivas de produção “são valores que continuam a estar inscritos na Constituição e que a realidade mais recente, de alguma forma, contraria”.

Além da reunião na EDIA na parte da manhã, João Ferreira reuniu durante a tarde com representantes do movimento “Chão Nosso”, em Serpa, e com agricultores em Pias (concelho de Serpa).

Opinião

Napoleão Mira

16 de Abril, 2021

De olhos em bico III

Carlos Pinto

16 de Abril, 2021

Uma década de aeroporto

Carlos Pinto

1 de Abril, 2021

O elogio da agricultura

Vitor Encarnação

1 de Abril, 2021

Na minha estante

José Francisco Encarnação

22 de Março, 2021

Opções

Carlos Pinto

19 de Março, 2021

Um problema de futuro!

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima