“Independentes por Almodôvar” criticam gestão do PS na Câmara

“Independentes por Almodôvar”

O movimento “Independentes por Almodôvar” tece fortes críticas ao primeiro ano de gestão do PS na autarquia local, liderada desde Outubro de 2013 por António Bota.
Na declaração final do encontro realizado no sábado, 15, os independentes consideram que a maioria liderada pelo PS não tem “condições para gerir o Município”, dado não ter “qualquer estratégia válida para o concelho, mas antes uma gestão de ‘navegação à vista’, pontificada pelo delapidar de dinheiros públicos”.
Segundo o movimento, ao longo do último ano o actual executivo “não conseguiu lançar uma única obra nem concluir as obras que se encontravam em curso aquando da sua tomada de posse”, além de ter “menosprezado o capital de conhecimento e capacidade dos trabalhadores da autarquia, fomentando a divisão, o favorecimento e o compadrio”.
Os independentes argumentam ainda que a equipa que gere a Câmara de Almodôvar “tem implementado e desenvolvido políticas de facilitismo e laxismo”, transformando a autarquia “numa instituição assistencialista e caritativa, subvertendo o seu papel de entidade que deve pautar a sua conduta por princípios de equidade, justiça e tratamento igual para todos os cidadãos”.
Tudo isto leva os “Independentes por Almodôvar” a assumirem que o movimento “tem de continuar a lutar e a defender uma orientação política competente, equilibrada e justa”, em nome dos que votaram em si “mas também de toda a população e dos superiores interesses” do concelho.
O movimento “deve assumir-se como uma verdadeira alternativa política, devidamente preparada para retomar o caminho da justiça, da verdade e do desenvolvimento” de Almodôvar, concluem.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima