INATEL de Beja arranca este sábado

INATEL de Beja

O campeonato do Inatel de Beja de 2016-2017 arranca este sábado, 29 de Outubro, e promete quase oito meses de muita competição e futebol em “estado puro”.
Este ano as grandes novidades são os regressos de Sobral da Adiça, A-do-Pinto, Santa Vitória e Entradense e a desistência do campeão Faro do Alentejo. Ao todo, a prova que será disputada por 28 equipas do Baixo Alentejo, a que se somam mais uma do Algarve (Serrano) e três do distrito de Setúbal (FC Alvaladense, Ginásio de Sines e Soneguense).
A primeira fase da competição vai decorrer até meados do mês de Fevereiro de 2017, com as equipas dividas em quatro grupos de oito clubes cada, jogando todos contra todos a duas voltas.
No Grupo A encontram-se as equipas do Luso Serpense, Quintos, beringelense, São Matis, Sobral da Adiça, A-do-Pinto, Santo Aleixo e Povoense, enquanto o Grupo B é composto pelas formações do Figueirense, Trindade, Mombeja, FC Alvaladense, Jungeiros, Entradense, Louredense e Santa Vitória.
Ourique, Sanjoanense, Serrano, Pereirense, Garvão, Albernoense, Santa Clara-a-Nova e Almodovarense integram o Grupo C, ao passo que o Grupo D conta com as equipas do Cavaleiro, Ginásio de Sines, Relíquias, Soneguense, Longueira, Campo Redondo, Malavado e Santa Luzia.
Este sábado, pelas 15h00, jogam Povoense-Luso Serpense e Beringelense-A-do-Pinto (Grupo A), Figueirense-Santa Vitória, Mombeja-Entradense, Louredense-Trindade e Jungeiros-Alvaladense (Grupo B), Ourique-Almodovarense, Albernoense-Serrano, Santa Clara-a-Nova-Sanjoanense e Garvão-Pereirense (Grupo C).
No domingo, 30, será a vez das partidas Santo Aleixo-Quintos e Sobral da Adiça-São Matias (Grupo A), Cavaleiro-Santa Luzia, Relíquias-Campo Redondo, Malavado-Ginásio de Sines e Longueira-Soneguense (Grupo D).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

OP de Odemira com 51 propostas em 2021

Um total de 51 propostas de investimento público foram apresentadas pela população do concelho de Odemira no âmbito do processo do “Orçamento Participativo” (OP) de

Role para cima