Herdade dos Lagos exporta 70% da produção para a Alemanha

Herdade dos Lagos exporta 70% da produção para a Alemanha

Nem só de políticas macro-económicas, planos de ajustamento e programas de reformas estruturais se fazem as relações entre Portugal e Alemanha!
O exemplo está na Herdade dos Lagos, a “meio caminho” entre Beja e Mértola e propriedade de Horst Zappenfeld, empresário alemão com interesses na área do transporte de carga por via marítima, que exporta mais de dois terços da sua produção anual de vinho para terras germânicas.
“Cerca de 70% do nosso vinho é vendido para a Alemanha e também para a Suíça. O restante vai para o mercado nacional, onde não trabalhamos com as grandes cadeias de supermercados – à excepção do Intermarché – mas temos consumidores que apreciam bastante os nossos vinhos e o compram através das garrafeiras e dos restaurantes”, explica ao “CA” Carlos Delgado, de 44 anos, assessor da administração da herdade, onde trabalham 12 pessoas a tempo inteiro.
Localizada próximo da localidade de Vale de Açor, na freguesia de Alcaria Ruiva, a Herdade dos Lagos perde-se de vista e por lá é possível encontrar gado e olival (80 hectares), além do maior alfarrobal de Portugal (260 hectares) e 24 hectares de vinha.
Em 2011 saíram da herdade perto de 130 mil garrafas, num total de 100 mil litros de vinho, e este ano a produção deve atingir valores semelhantes, sendo que cerca de 70% se destina à exportação, sobretudo para a Alemanha e para a Suíça.
“Estamos também a pensar entrar no Canadá e nos EUA, além de querermos reforçar as nossas vendas na Europa”, acrescenta Carlos Delgado.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima