Helicóptero do INEM destacado para Beja de regresso ao Algarve

Helicóptero do INEM destacado para Beja de regresso ao Algarve

O helicóptero Kamov instalado em Loulé para substituir outro do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) foi no final da passada semana retirado daquela base por inoperacionalidade, obrigando a que a aeronave do INEM, entretanto transferida para Beja, regressasse ao Algarve.
O aparelho do INEM estacionado em Loulé tinha sido transferido para Beja no início da passada semana, sob protesto das autarquias do Algarve, mas acabou por regressar à base depois de a Empresa de Meios Aéreos (EMA) ter determinado que o helicóptero Kamov que o substituiu estava inoperacional.
Fonte da EMA, tutelada pelo Ministério da Administração Interna, esclareceu à Agência Lusa que o estado de inoperacionalidade irá manter-se "até que se esclareça cabalmente qual ou quais os manuais de manutenção em utilização determinados pelo fabricante".
Segundo a mesma fonte, até que esse esclarecimento seja prestado pelo fabricante da marca russa "não estão reunidas as condições de segurança de voo para que estas aeronaves possam operar".
De acordo com o porta-voz do INEM, Pedro Coelho dos Santos, a decisão de fazer regressar o helicóptero a Loulé tem a ver com o facto de o número de potenciais beneficiários ser maior no Algarve do que nos três distritos do Alentejo que a aeronave iria servir.
Estando baseado em Loulé, o helicóptero do INEM assegura também uma boa cobertura do sul do Alentejo, enquanto o aparelho que está estacionado em Loures pode cobrir a zona norte daquela região, acrescentou.
Pedro Coelho dos Santos referiu ainda à Lusa que o INEM vai alugar um quinto helicóptero a um país estrangeiro, para ser instalado em Beja e que deverá estar disponível a partir desta segunda-feira, 8.
Assim, aquele instituto continua a assegurar cinco aparelhos afectos à emergência médica em território português, tal como previsto no dispositivo nacional, concluiu.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima