Greve vai avançar nas minas de Neves-Corvo

Greve vai avançar nas

Está decidido: os trabalhadores das minas de Neves-Corvo vão fazer uma greve de quatro dias, entre as 6h00 de 3 de Outubro e as 6h00 de 7 de Outubro, para reivindicar “o fim do regime de laboração contínua no fundo da mina” e pela “humanização dos horários de trabalho”. O pré-aviso de greve já foi entregue à empresa, depois de a paralisação ter sido aprovada pelos trabalhadores neste domingo, 17, em plenário realizado em Aljustrel.
De acordo com fonte do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM), os trabalhadores optaram pela greve depois de analisadas as respostas que a administração da Somincor apresentou ao STIM, a 13 de Setembro, sobre os horários de trabalho dos trabalhadores do fundo mina, a antecipação da idade da reforma dos trabalhadores das lavarias, a progressão nas carreiras, a política de prémios e ainda a “pressão e repressão” sobre os trabalhadores.
Fonte do STIM adianta ainda ao “CA” que “caso as respostas da administração continuem a não ser favoráveis, os trabalhadores da Somincor realizarão mais cinco dias de greve no mês de Novembro e outros cinco dias de greve no mês de Dezembro, em datas a definir”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima