Governo lança apoio para jovens agricultores

O Ministério da Agricultura abriu na sexta-feira, 20, dois avisos do PDR 2020 para apoio à instalação de jovens agricultores em territórios de baixa densidade, através de um prémio à primeira instalação e apoio ao respectivo investimento na exploração agrícola.
Em comunicado enviado ao “CA”, o ministério liderado por Maria do Céu Antunes explica que estes dois avisos “representam uma dotação de 10 milhões de euros”, dos quais dois milhões de euros são “alocados” à operação 3.1.1 “Jovens Agricultores”, destinada à atribuição de prémio à instalação, e os restantes oito milhões de euros para a operação 3.1.2 para “Investimento de jovens agricultores na exploração agrícola”.
“Estas medidas são complementares, e implicam uma candidatura conjunta”, acrescenta o ministério.
Segundo a ministra da Agricultura, estes apoios “pretendem aumentar a atractividade do sector agrícola aos jovens, fomentar a renovação e o rejuvenescimento das empresas agrícolas e da estrutura produtiva, a inovação, a qualidade e segurança alimentar, gerando riqueza e criando valor em territórios de baixa densidade”.
“Prevemos que os oito milhões de euros disponibilizados para a operação 3.1.2. alavanquem um investimento total de cerca de 21 milhões de euros”, acrescenta Maria do Céu Antunes.
Refira-se que estas medidas, cujo prazo de candidaturas termina a 20 de Janeiro de 2021, são específicas para jovens agricultores que se instalem pela primeira vez numa exploração agrícola, “com idades entre os 18 e os 40 anos, à data da apresentação da candidatura”.
Outra das condições para o apoio é a garantia da titularidade e a gestão directa da exploração agrícola “por um prazo mínimo de cinco anos”.
De acordo com a ministra da Agricultura, “o PDR 2020 já apoiou 2430 projectos de investimento de jovens agricultores nos concelhos de baixa densidade, num total de 262 milhões de euros, e que representa um investimento de 656 milhões de euros, tendo concedido 69 milhões de euros em prémios à instalação de jovens agricultores”.
“É um valor que representa 70% dos apoios concedidos neste período de programação aos jovens”, conclui Maria do Céu Antunes.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima