Governo alarga medida “Emprego Interior MAIS” a residentes no estrangeiro

O Governo decidiu alargar a medida “Emprego Interior MAIS – Mobilidade Apoiada para um Interior Sustentável” a todas as pessoas residentes em países estrangeiros que decidam mudar-se para o interior do país para trabalhar.

Fonte governamental lembra que ao abrigo desta medida “é atribuído um apoio financeiro direto de até 4.827 euros a quem se muda do litoral para o interior de Portugal para trabalhar”.

“No caso dos cidadãos residentes em países estrangeiros, a mudança passará a poder ser feita diretamente do exterior para estes territórios”, acrescenta a mesma fonte.

O Governo revela ainda que “ao abrigo desta medida, que está disponível desde agosto de 2020, foram já recebidas 560 candidaturas, que correspondem a 980 pessoas (incluindo os elementos do agregado familiar dos candidatos)”.

Para a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social “é fundamental criar condições para fixar jovens no interior”.

“Com este alargamento damos um importante passo para o posicionamento internacional de Portugal como um destino a partir do qual se pode trabalhar para qualquer ponto do mundo”, acrescenta Ana Mendes Godinho.

 Já a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, assinala que “a pandemia mostrou a muitos cidadãos e empresas que, trabalhando a partir do Interior, se consegue maior qualidade de vida e uma mais fácil conjugação entre vida familiar e vida profissional”.

“Alargar estes apoios a cidadãos estrangeiros é mais uma forma de contribuir para a atratividade e competitividade destes territórios”, conclui a governante.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima