GNR sinaliza 3.403 idosos sozinhos ou isolados no Baixo Alentejo

Um total de 3403 idosos foram sinalizados pela GNR nos 14 concelhos do distrito de Beja por viverem sozinhos e/ou isolados. Os dados constam do balanço da operação “Censos Sénior 2020”, realizada no passado mês de Outubro e a que o “CA” teve acesso.
De acordo com os números obtidos junto da GNR, foi no concelho de Odemira que foram identificados mais idosos a viver sozinhos, isolados ou sozinhos e isolados, num total de 959 pessoas. Segue-se o concelho de Almodôvar, com 516 idosos sinalizados.
A GNR identificou ainda 331 idosos no concelho de Mértola, mais 306 no de Beja, 299 no de Serpa, 209 no de Serpa, 172 no de Castro Verde, 137 no de Moura e 122 no de Aljustrel.
Abaixo da centena de idosos sinalizados estão os concelhos de Barrancos (68), Vidigueira (67), Cuba (60), Alvito (57) e Ferreira do Alentejo (41). Foram igualmente identificados mais 59 idosos sem concelho definido.

 Foi no concelho de Odemira que foram identificados mais idosos a viver sozinhos, isolados ou sozinhos e isolados, num total de 959 pessoas. Segue-se o concelho de Almodôvar, com 516 idosos sinalizados.


Segundo adianta ao “CA” a GNR, durante a operação “Censos Sénior 2020” os militares da Guarda “privilegiaram o contacto pessoal com as pessoas idosas em situação vulnerável, no sentido de sensibilizarem e alertarem este público-alvo para a adopção de comportamentos de segurança que permitam reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes, nomeadamente em situações de violência, de burla e furto”.
Durante a operação os idosos foram igualmente alertados para a necessidade de “prevenir comportamentos de risco associados ao consumo de álcool, bem como para a adopção de medidas preventivas de propagação da pandemia Covid-19”.
A GNR acrescenta que a operação “Censos Sénior” é realizada desde 2011, permitindo a actualização da base de dados geográfica da Guarda e proporcionando “um melhor apoio” à população idosa.
Isso “certamente contribui, por um lado, para a criação de um clima de maior confiança e de empatia entre os idosos e os militares da GNR e, por outro, para o aumento do seu sentimento de segurança”.
Na operação “Censos Sénior 2020” a GNR sinalizou, nos 18 distritos de Portugal continental, um total de 42.439 idosos (mais 571 que no ano anterior) que vivem sozinhos e/ou isolados ou em situação de vulnerabilidade, em razão da sua condição física, psicológica ou outra que possa colocar em causa a sua segurança.
Durante a operação foram ainda realizadas 34 acções em sala e 3.652 acções porta-a-porta, abrangendo um total de 20.747 idosos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima