GNR Aljustrel fiscaliza explorações pecuárias

GNR Aljustrel fiscaliza

Cinco pessoas foram identificadas na terça-feira, 19, pela GNR de Aljustrel durante uma operação de fiscalização a explorações pecuárias, que teve por objectivo detectar infracções.
A acção foi desencadeada pelo Núcleo de Protecção Ambiental de Aljustrel da GNR, tendo sido fiscalizadas cinco explorações, onde se encontravam um total de 2.281 ovinos, 173 caprinos, 133 bovinos, 60 suínos, 26 equídeos e oito canídeos.
Fonte da Guarda adianta ao “CA” que da acção “resultou a elaboração de nove autos por contra-ordenação, três por falta de registo de canídeos, dois por falta da vacinação anti-rábica, um por falta de registo de exploração de actividade pecuária de equídeos, um por falta de identificação de equídeos, um por falta de identificação electrónica (chip) de canídeos e um por detenção de espécies cinegéticas em cativeiro”.
Foram ainda apreendidos sete patos-reais por detenção em cativeiro e identificados os proprietários das cinco explorações.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima