Futuro do hospital de Serpa preocupa deputados do PS

Futuro do hospital de Serpa

O PS está apreensivo com a eventual "degradação dos serviços" do Hospital de São Paulo, na cidade Serpa, após a prevista devolução à Santa Casa da Misericórdia local.
Em causa está a obrigação destes serviços continuarem a ser prestados, mas com menos 25% de custos para o Estado.
"Fazer o mesmo com uma diferença tão grande para menos pode levar a uma degradação dos serviços" do Hospital de São Paulo, em Serpa, diz à Agência Lusa o deputado do PS eleito por Beja, Luís Pita Ameixa, após ter visitado esta segunda-feira, 7, a unidade de saúde na companhia do também deputado socialista Paulo Pisco.
Por outro lado, alerta, a "obrigação de gastar menos 25% do que é gasto actualmente" pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) "pode ser problemático para as finanças" da Santa Casa da Misericórdia de Serpa e levar "à impossibilidade" de a instituição "se aguentar financeiramente a prestar os serviços" do hospital.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima