Freguesias do distrito de Beja vão hastear bandeiras negras e colocar faixas contra extinção

Freguesias do distrito de Beja vão hastear bandeiras negras e colocar faixas contra extinção

Juntas de freguesia do distrito de Beja vão hastear bandeiras negras e colocar faixas nas suas sedes contra a extinção de freguesias prevista na reforma da administração local, que, alertam, "só contribuirá para um maior despovoamento e desertificação".
Juntas de freguesias do distrito de Beja estão "frontalmente contra a extinção ou aglomeração de qualquer freguesia, a não ser por vontade própria dos seus órgãos e das suas populações", disse hoje à Agência Lusa o coordenador distrital de Beja da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), Álvaro Nobre.
Por isso, as juntas vão manifestar o seu "repúdio pela extinção de freguesias" através de várias "formas de luta", como hastear bandeiras negras e colocar faixas nas suas sedes a dizer "Não à extinção da nossa freguesia", o que deverá acontecer a partir do final desta semana, disse.
Para "envolver e mobilizar a população na luta", as juntas vão promover plenários, vigílias e assembleias de freguesia extraordinárias com a participação das populações e um abaixo-assinado, que, após recolhidas as assinaturas necessárias, será entregue na Assembleia da República.
Segundo o também presidente da Junta de Freguesia de Cabeça Gorda, no concelho de Beja, as juntas querem promover uma manifestação em frente da Assembleia da República no dia em que o abaixo-assinado for entregue.
As "formas de luta" foram decididas num encontro que decorreu no sábado, em Beja, e juntou representantes de "cerca de 40" das 100 juntas de freguesia do distrito, disse Álvaro Nobre.
O encontro, promovido pela delegação de Beja da ANAFRE, serviu para analisar o Documento Verde da Reforma da Administração Local proposto pelo Governo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima