Festival "Terras sem Sombra" prepara edição de 2014

Festival "Terras sem Sombra"

Os “grandes elementos da música” vão ser o foco do festival “Terras sem Sombra” em 2014, ano em que a iniciativa da Diocese de Beja assinala o seu 10º aniversário.
O festival, centrado na música sacra, realiza-se, anualmente, em vários concelhos do Baixo Alentejo, numa organização do Departamento do Património Histórico e Artístico (DPHA) da Diocese de Beja e é considerado o maior evento de música sacra em Portugal, com concertos em igrejas da região, além da realização de outras actividades.
Em comunicado, o DPHA revela que o programa da edição de 2014 já está a ser preparado, tendo decorrido uma reunião do Conselho de Curadores do festival, onde foi também feito o balanço dos 10 anos do projecto.
A propósito do próximo ano, altura em que o certame cumpre uma década de existência, o DPHA explica que o director artístico, Paolo Pinamonti, definiu como tema central “os grandes elementos da música”.
“Pinamonti desenhou um programa que se estende desde a polifonia renascentista a Morton Feldmann, no coração da vanguarda da segunda metade do século XX”, revela a entidade promotora.
Segundo José António Falcão, responsável pelo DPHA, esta selecção atinge “o âmago de um dos problemas mais dilacerantes da consciência contemporânea, a ausência do transcendente numa sociedade que proclamou a morte de Deus, mas não consegue sossegar sem Ele”.
Na sua 10ª edição, o que coincide com a celebração dos 30 anos de trabalho do DPHA, o “Terras sem Sombra” promete ainda “experiências estéticas diversificadas”.
A qualidade e a diferenciação dos concertos vão ser enriquecidas, de acordo com os promotores, que revelaram ainda, sem adiantar pormenores, que as iniciativas do festival vão obedecer a “nova calendarização”.
O Conselho de Curadores, presidido por Armando Sevinate Pinto, ex-ministro da Agricultura e consultor do Presidente da República para a Agricultura e o Mundo Rural, “pondera um início mais antecipado da temporada musical”, pode ler-se no comunicado.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima