Festival de jazz na vila de Odemira

Festival de jazz

As sonoridades quentes e vibrantes do jazz estão de regresso a Odemira, que recebe mais uma edição do festival “TassJazz” a partir desta segunda-feira, 2 de Julho. O certame vai decorrer até sábado, 7, no Quintal da Música, na Casa do Povo e no Cerro do Peguinho, numa organização da Câmara Municipal local.
O festival arranca nesta segunda-feira, 2, no Quintal da Música, com um workshop de cordas de dois dias (das 18h00 às 20h00 e das 21h00 às 23h00). E na Casa do Povo decorre, na terça e quarta-feira, 3 e 4 de Julho, no mesmo horário, um workshop de sopros.
O resultado dos workshops será apresentado às 18h00 de quarta-feira, 4, dia em que também actua, pelas 21h30, a Associação Jazz e Não Só (concerto que se repete na noite seguinte no mesmo horário).
Depois o “TassJazz 2018” muda-se para o Cerro do Peguinho, onde na noite de sexta-feira, 6, actua o grupo Arsénio Martins & Aroma Jazz Trio e o colectivo “Elas e o Jazz”, que junta em palco as cantoras Marta Hugon, Mariana Norton e Joana Machado, recriando o universo sempre actual dos musicais da Broadway e dos clubes de jazz de Nova Iorque.
No sábado, 7, sobem ao palco os grupos “Mano a Mano” e Isabel Rato Quinteto. O primeiro é formado pelos irmãos guitarristas madeirenses André e Bruno Santos, que há muito tocam juntos. O segundo é liderado pela cantora, compositora, arranjadora e pianista Isabel Rato, que tem colaborado com vários músicos na área da música improvisada ao longo destes anos.
Tal como nos anos anteriores, o artista plástico Philippe Peseux fará uma performance de pintura ao vivo durante os espectáculos no Cerro do Peguinho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima