Feira de Garvão volta a afirmar o mundo rural

Feira de Garvão volta

Mostras de gado e produtos agro-alimentares, encontro de criadores de raça bovina garvonesa, gastronomia, artesanato e espectáculos musicais vão marcar a edição deste ano Feira de Garvão, no concelho de Ourique, que arranca esta sexta-feira, 12.
A feira, promovida pela Câmara Municipal de Ourique, pela Associação de Criadores de Porco Alentejano e pela União de Freguesias de Garvão e Santa Luzia, vai decorrer até domingo, 14, no Parque de Feiras e Leilões de Garvão e promete dias de grande animação e muita tradição.
“Esta feira marca a diferença pela sua genuinidade e pela sua característica rural. É esse o grande elemento diferenciador desta feira. E estou certo que isso tem sido o segredo para continuar a ter a importância e a relevância que tem”, afirma o presidente da Câmara de Ourique ao “CA”.
Marcelo Guerreiro lembra que se trata de uma feira secular “que mantém intacta a sua ruralidade” e tem como “mais-valia mostrar o que de melhor se faz no concelho”. “Esta é a verdadeira feira do mundo rural! E por ser a verdadeira feira do mundo rural, continuamos a apostar fortemente em manter toda esta ruralidade, que mantém tão característica a Feira de Garvão”, destaca o eleito socialista.
Uma corrida de touros (com os cavaleiros Luís Rouxinol, Tito Semedo e Sónia Matias, na tarde de sábado às 16h00), um leilão de suínos reprodutores de raça alentejana e outro de ovinos de raça Romane-Inra, o 9.º Dérbi de Atrelagem da Região Sul, um Encontro de Cante ao Baldão, o 17.º Concurso Regional de Garvão do Rafeiro do Alentejo e o 1.º Pool de equitação no trabalho são outras ofertas da feira.
O programa de espectáculos musicais vai incluir as actuações dos grupos Saramagos de Garvão e Sonido Andaluz, na sexta-feira, do grupo Dona Zéfinha e do cantor popular Quim Barreiros, no sábado, e do grupo Ventos Alentejanos, no domingo.
“As expectativas são naturalmente de casa cheia. Tentámos apostar num conjunto de actividades e num programa com a expectativa de poder atrair muita gente. Por isso, as expectativas são as maiores”, declara Marcelo Guerreiro, confiante que a feira “seja um momento de afirmação de Ourique e do mundo rural”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima