Ex-autarca de Vidigueira condenado por peculato

Manuel Narra, que presidiu à Câmara de Vidigueira entre 2005 e 2017, eleito pela CDU, e que atualmente é vereador por um movimento independente nesta autarquia, foi condenado nesta quinta-feira, 24, a uma pena suspensa de cinco anos de prisão pelo crime de peculato.

O coletivo de juízes do Tribunal Judicial de Beja decidiu suspender a execução da pena sob a condição de Manuel Narra efetuar e comprovar o pagamento à Câmara de Vidigueira da quantia de 42.508,80 que recebeu indevidamente como ajudas de custo.

O ex-autarca foi ainda absolvido de um crime de falsificação de documento agravada.

Segundo adianta a Agência Lusa, na explicação do acórdão, o presidente do coletivo de juízes disse que ficou provado que, entre novembro de 2013 e outubro de 2017, Manuel Narra, enquanto presidente da Câmara da Vidigueira, determinou o preenchimento de boletins de itinerário para lhe serem pagas as deslocações entre a sua residência fiscal no Monte da Caparica (concelho de Almada) e a Vidigueira a título de subsídio de transporte.

Desta forma, o arguido, “por força do exercício de funções” e “ciente de que os serviços” iriam cumprir o determinado e “não iriam levantar obstáculos ao pagamento das verbas inscritas nos boletins de itinerário”, recebeu indevidamente 42.508,80 euros.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima