ESAN tem quatro licenças de prospecção no Alentejo

ESAN tem quatro licenças

Com mais de 40 anos de história e “raízes” na indústria cerâmica, a empresa turca da ESAN Eczacibasi entrou no mercado dos minerais metálicos em 2009 e está em Portugal desde 2016.
A empresa veio para o nosso país “numa estratégia de internacionalização e à procura de novos mercados”, reconhece Nelson Martins, explicando que desde então a ESAN já adquiriu, em parceria com a EDM, as licenças das áreas de Monte das Mesas (Aljustrel), São Pedro das Cabeças (Castro Verde), Rosário (que abrange os concelhos de Castro
Verde, Almodôvar, Aljustrel e Ourique) e Alcácer do Sal.
Nestes últimos três anos a ESAN “já perfurou mais de 6.300 metros de sondagens, sendo que o investimento ronda os 3,4 milhões de euros”, sublinha Nelson Martins, revelando que a maior “fatia” do investimento foi para a licença do Monte das Mesas.
“Em pouco mais de dois anos fizeram-se cinco sondagens, com aproximadamente 3.400 metros perfurados, e um investimento de quase um milhão de euros”, diz.
Na licença de São Pedro das Cabeças a ESAN já investiu 740 mil euros em quatro sondagens realizadas em 2018. E na de Alcácer do Sal gastou cerca de 640 mil euros para perfurar “pouco mais de 500 metros” em sondagens.
Finalmente, na licença do Rosário, a ESAN conta avançar com os trabalhos em breve, num investimento que pode chegar aos 2,5 milhões de euros.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima