EPOS dispensa 200 pessoas na mina de Neves-Corvo

EPOS dispensa 200 pessoas

Cerca de 200 dos trabalhadores da EPOS – Empresa Portuguesa de Obras Subterrâneos na mina de Neves-Corvo (Castro Verde) vão ser dispensados ao longo desta semana.
A notícia é adiantada esta segunda-feira, 14, pela Rádio Castrense (Castro Verde) e confirmada a esta estação pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM).
De acordo com o coordenador do STIM, Jacinto Anacleto, a dispensa dos trabalhadores por parte da EPOS é “ilegal”, considerando não existirem razões que sustentem esta decisão, uma vez que a empresa continua a laborar e a ter actividade em Neves-Corvo.
Nesse sentido, Jacinto Anacleto revela que o sindicato já solicitou à Autoridade das Condições do Trabalho uma inspecção à empresa no couto mineiro da Somincor, no sentido de ser reposta a “legalidade”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima