EMAS Beja investe na área das águas residuais

EMAS Beja investe na

A melhoria da gestão das redes de águas residuais do concelho é a grande prioridade da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja para 2019, que conta ter a nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da cidade a funcionar “muito em breve”.
Em declarações ao “CA”, o administrador-executivo da EMAS lembra que 2018 “foi um ano de mudança”, abrindo caminho, em 2019, “à consolidação de um novo ciclo do resto da vida” da empresa. Nesse sentido, continua Rui Marreiros, 2019 é encarado na EMAS “como o ano do saneamento de águas residuais”, tendo sido preparado “um plano operacional estratégico que visa uma melhoria significativa na gestão das redes de águas residuais do concelho”, que complementará o “valor acrescentado” que é a nova ETAR.
“A nova ETAR de Beja, construída pela Águas Públicas do Alentejo, é uma infra-estrutura de tratamento de águas residuais cujo desempenho ambiental será decisivo para a melhoria da qualidade das massas de água da bacia do Guadiana e dos eco-sistemas naturais que a compõem. Teve um custo da ordem dos cinco milhões de euros, já se encontra em fase de pré-funcionamento e será inaugurada muito em breve”, garante o administrador-executivo da EMAS.
Rui Marreiros acrescenta ainda que a empresa irá fazer uma aposta “em intervenções de manutenção preventiva e corretiva”, esperando que estas “venham a traduzir-se numa diminuição do número de ocorrências relacionadas com as obstruções na rede de saneamento”. Para o efeito, diz, “está já em curso um levantamento global e pormenorizado do cadastro, numa rede que é composta por mais de 170 kms de extensão total, contabilizando um total de 4.623 caixas de visita”.
“A actual estratégia adoptada, em simultâneo com entrada em funcionamento da nova ETAR de Beja, colocará a cidade como uma referência ao nível do tratamento de águas residuais urbanas, em linha com aquilo que já foi possível atingir em outros sectores”, frisa o gestor.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima