EDIA e Cooperativa Agrícola de Beringel criam Academia das Hortícolas de Alqueva

EDIA e Cooperativa Agrícola de Beringel criam Academia das Hortícolas de Alqueva

A empresa do Alqueva e uma cooperativa vão criar uma "academia" na aldeia de Beringel para incentivar pequenos agricultores da zona a produzirem produtos hortícolas para serem comercializados no mercado regional.
Através da "Academia das Hortícolas de Alqueva", os promotores, a Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) e a Cooperativa Agrícola de Beringel, pretendem dinamizar a agricultura de regadio e divulgar a produção de produtos hortícolas junto de pequenos agricultores.
Numa primeira fase, a "academia" vai estar centrada na zona de Beringel, que é abrangida pelo perímetro de rega do Pisão, onde predomina a pequena propriedade e, por isso, "a adesão ao regadio encontra maiores dificuldades", explica a EDIA.
O projecto pretende "avaliar" em conjunto com os pequenos agricultores da zona o "potencial" de produção de produtos hortícolas adaptados à dimensão das suas pequenas propriedades, refere a EDIA.
Desta forma, a "academia" vai divulgar, junto dos pequenos agricultores que já aderiram ao projecto e a outros interessados, culturas, variedades e tecnologias de produção e pós-colheita de produtos hortícolas para, numa primeira fase, serem comercializados no mercado regional.
Além da zona de Beringel abrangida pelo perímetro de rega do Pisão, a EDIA prevê promover o projecto noutros blocos de rega do empreendimento do Alqueva onde também há pequenas propriedades e "alargar o leque" de culturas de regadio e produtos agrícolas beneficiados.
A EDIA e a Cooperativa Agrícola de Beringel vão assinar um protocolo para a criação da "academia", numa cerimónia marcada para esta terça-feira, 18, a partir das 10h30, nas instalações da cooperativa.
Além da EDIA e da Cooperativa Agrícola de Beringel, o protocolo envolve as empresas ADP Fertilizantes, Selectis, Plantalgarve – Viveiros Agrícolas, Rijk Zwaan e Monsanto, as quais irão disponibilizar "os factores de produção fundamentais para o arranque do projecto".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima