Detidos em Beja por crime contra espécies cinegéticas

A GNR deteve no passado sábado, 13, dois homens, de 25 e 34 anos, pelos crimes de posse de armas proibidas e contra a preservação da fauna e das espécies cinegéticas no concelho de Beja.

Em comunicado, a GNR explicva que na sequência de uma investigação, os militares “abordaram um veículo suspeito, tendo os seus ocupantes demonstrado um comportamento nervoso”.

“No decurso das diligências policiais, os militares da Guarda efetuaram uma busca ao veículo e uma revista de segurança aos suspeitos”, tendo apreendido uma carabina, equipada com mira telescópica de visão térmica e silenciador, quatro carregadores de diversos calibres, 170 munições de diversos calibres, 48 cápsulas deflagradas, de calibre 243 e 26 selos de caça.

Foram igualmente apreendidas sete facas, um punhal, um dispositivo explosivo “vulgo petardo”, um silenciador para carabina, um monóculo com visão térmica, uma serra elétrica, uma câmara de filmar de caça, um rádio portátil, uma lanterna e um chamariz de aves.

A juntar a tudo isto, a GNR apreendeu ainda dois javalis, um veado e um veículo automóvel.

Segundo a GNR, os detidos foram constituídos arguidos e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Beja.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima