Despertar sem vitórias em 2011-2012 já pensa no regresso aos distritais

Despertar sem vitórias em 2011-2012 já pensa no regresso aos distritais

Há quem diga que ainda existem milagres no futebol, mas no seio do Despertar já nem o presidente acredita que o clube vai garantir a manutenção na 3ª divisão nacional.
A equipa bejense perdeu todos os jogos oficiais realizados esta temporada (oito para o campeonato e um para a Taça de Portugal) e Mariano Baião reconhece que o regresso aos distritais está iminente apesar do campeonato ainda nem ir a meio.
“Infelizmente a realidade é que muito dificilmente é que iremos conseguir a manutenção”, admite ao “CA” o responsável máximo pelo “Rasga”, que apesar do discurso resignado ainda acredita “piamente” na capacidade da equipa conseguir alguns pontos até final da época.
Olhando com frieza para os números do Despertar em 2011-2012, Mariano Baião garante não estar “minimamente surpreendido” com a prestação da equipa, apesar de nunca ter pensado vê-la “sofrer derrotas tão pesadas e marcar tão poucos golos”.
Contudo, Baião afiança que, para já, não está sobre a mesa a possibilidade do clube prescindir dos serviços do técnico Filipe Felizardo.
“Se soubesse que ia buscar outro treinador e a equipa, como que por magia, começava a pontuar e conseguia a manutenção, não tinha dúvidas em fazê-lo de imediato. Mas não é caso! Tenho a certeza que mesmo com o José Mourinho aqui a treinar muito dificilmente escaparíamos à descida”, sublinha.

<b>LEIA A NOTÍCIA NA ÍNTEGRA NA EDIÇÃO DE 11 DE NOVEMBRO DO "CORREIO ALENTEJO", JÁ NAS BANCAS</b>

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima