D. João Marcos já é bispo coadjutor de Beja

D. João Marcos já é

Dom João Marcos já é bispo coadjutor de Beja, depois de ter sido ordenado este domingo, 23, numa cerimónia realizada na igreja do Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.
“Ao Santo Padre, o Papa Francisco, agradeço esta eleição de que não sou digno, mas que aceitei com humildade e confiança e desde aqui lhe afirmo a minha plena comunhão, obediência inteira e oração perseverante pelos frutos do seu ministério”, sublinhou durante a sua alocução D. João Marcos, que terá direito a suceder ao actual bispo de Beja, D. António Vitalino Dantas.
O novo bispo coadjutor chega à Diocese no próximo domingo, 30, encarando a sua mudança de Lisboa para Beja como “uma palavra de Deus e um sinal profético”.
“Uma resposta concreta ao imperativo do Papa Francisco para sairmos de nós mesmos rumo às periferias, levando a palavra do Evangelho na boca e no coração”, acrescentou.
D. João Marcos foi ordenado bispo coadjutor de Beja numa homília celebrada pelo cardeal patriarca de Lisboa, que notou ser este “um caminho já feito por anteriores bispos auxiliares de Lisboa”, casos de D. Manuel Santos Rocha, D. Manuel Falcão e D. António Vitalino Dantas.
Para D. Manuel Clemente, o novo bispo coadjutor de Beja terá como grande missão “procurar, encontrar e levar todos ao prometido repouso”.
“Foi essa a vida de Cristo, é esta a missão dos cristãos, é este, muito especialmente, o sagrado ministério dos pastores do povo de Deus”, sublinhou o patriarca de Lisboa, acrescentando: “As planícies alentejanas alongam-se muito, mas a procura também se faz por perto, de quem está aí mesmo ao lado e ainda não foi devidamente ouvido ou sequer notado”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima